meaningfull

random notes from our staff

Há quem diga que são aprovadas pelos autarcas para assim poderem encher os cofres da edilidade com taxas de urbanização. Ora, essa é uma lenda urbana extraordinariamente contra-producente que tem sido veiculada pelos ambientalistas, mas que é falsa e tem servido de autêntico álibi para os loteadores.

É errado julgar que as câmaras lucram com os loteamentos. Foi provado à saciedade, em estudos feitos pelas nossas melhores universidades, que as taxas de urbanização são mais do que insuficientes para cobrir os encargos inerentes que os municípios têm de suportar a posteriori para ligar as novas urbanizações às redes de saneamento, às redes viárias, às redes eléctricas, etc. Quanto mais alvarás de loteamento uma câmara municipal concede, mais se endivida, porque as taxas de urbanização não conseguem fazer face às despesas.

Podem ler o resto do interessante artigo em “O Milagre da Multiplicação”

[note]Do mesmo se conclui que só revogando o DL promulgado por Marcelo Caetano — e subsequente legislação — se conseguirá parar com este esquema pernicioso para o progresso da Nação e combater seriamente a corrupção em Portugal.[/note]
Aqui sim, impõe-se a NACIONALIZAÇÃO imediata de todas as ditas “mais-valias” imobiliárias em nome do bem comum.